Prefácio para o Manifesto da Agilidade de Negócio

    por Roger T. Burlton, Ronald G. Ross e John A. Zachman

    traduzido por Fabrício Laguna, Antônio Plais e Alexandre M. V. Mello1

     

    Está claro que estamos numa jornada partindo da Era Industrial em direção à Era do Conhecimento.

    As implicações da tecnologia da informação para os negócios nesta nova era têm sido previstas e discutidas há algum tempo por notáveis gurus. Talvez o mais ilustre tenha sido Peter Drucker que, em 1998, disse: "A próxima... revolução da informação está em curso. Mas não está acontecendo onde cientistas de informação, executivos de informação e a indústria de informação normalmente estão procurando. Não é uma revolução em tecnologia, máquinas, técnicas, software ou velocidade. É uma revolução em CONCEITOS."

    Apesar da extensão e da solidez da discussão, e de muitas inovações substanciais conquistadas na tecnologia em si, o que realmente mudou? Ainda estamos focados em tecnologia, máquinas, técnicas (por exemplo: lean, ágil, capacidades), velocidade, software... ainda estamos escrevendo código. Agora temos bilhões de linhas de código. É flexível? Não. É integrado? Não. É reutilizável? Não. É interoperável? Não. Está alinhado com as estratégias de negócio? Não. É seguro? Não. Está atendendo às expectativas? Não.

    Qual é o problema?

    A observação de Drucker é que o padrão histórico das revoluções anteriores mostra que não é a tecnologia em si que vai realizar a revolução; é o proprietário e beneficiário do CONTEÚDO, que, no nosso caso, é o NEGÓCIO.

    Os Princípios deste Manifesto não são "mais da mesma" tecnologia. Estes Princípios são DIFERENTES. São Princípios de NEGÓCIO.

    Os tecnólogos argumentam, corretamente, que devemos manter os sistemas atuais, os bilhões de linhas de código, rodando. NOSSA afirmação, no entanto, é que cada nova oportunidade de implementação deve abraçar agressivamente e comprometer-se obstinadamente com os Princípios do Manifesto se quisermos mudar os CONCEITOS de nossas práticas. A mudança tem que ocorrer de forma deliberada, iterativa e incremental. É urgente que o façamos. O momento de fazer é AGORA.

    Empresas da Era Agrícola não puderam competir na Era Industrial. Empresas da Era Industrial não podem competir na Era do Conhecimento. A questão não é se uma revolução está acontecendo. Ela ESTÁ acontecendo. A questão é, o que você vai fazer em relação a isso? Indicar o caminho a ser seguido é o propósito deste Manifesto.

    Isto é o que você FAZ.

    Portugese Download Button

     


    1 Agradecimentos a Gladys S.W. Lam por insumos ao conteúdo e a organização do Manifesto e a Sasha Aganova pela condução do trabalho até a conclusão. Início

    © Business Rule Solutions, LLC. 2017.

    © Process Renewal Consulting Group (2015), Inc. 2017.

    © John A. Zachman®, Zachman International®, Inc. 2017.

    © Tradução: Gigante, Centus e BPM Experts, Ltda. 2018.

    A permissão para a reprodução e distribuição ilimitada deste documento é concedida sob as seguintes condições: (a) Os direitos autorais e esta nota de permissão sejam claramente incluídos. (b) O trabalho seja creditado claramente aos seus três autores. (c) Nenhuma parte do documento, incluindo o título, conteúdo, direitos autorais e aviso de permissão, seja alterado, abreviada ou estendido de qualquer maneira.

    © 2018 Business Agility Coalition